http://two-way.forumeiros.com
 
InícioPortalMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

A década de 70 ficou conhecida como a Década do Terror. Lord Voldemort começou a reunir seguidores que eram assim como ele obstinados pelo poder. Era o começo de tempos perigosos e violentos.

As pessoas não têm mais confiança uma nas outras. Hogwarts se tornou um dos lugares mais seguros do mundo bruxo.

No entanto, a esperança não estava perdida. Tão logo quanto o exército de Comensais era formado, Albus Dumbledore agiu, criando a Ordem da Fênix, uma sociedade que tinha como único objetivo caçar e aniquilar dos seguidores do Lord das Trevas.











Data: 1º de Setembro de 1977, Segunda-Feira
Dia: Nublado – Entre 5ºC e -2ºC
Noite: Céu Aberto – Entre -5ºC e -10ºC
Lua: Nova

Ação para alunos: Os alunos retornam a Hogwarts para mais um ano letivo. Ações no Expresso de Hogwarts em King’s Cross.
Ação para adultos: Os adultos passam por maus bocados, apreensivos com a disputa política interna do Ministério, ações liberadas para Trabalho e Lazer.

Best Male

Best Female

Best Interaction

Best Person

Best Post


Two-Way Mirror RPG

Para fazer parcerias com o nosso fórum, logue na conta Parcerias com a senha parceria123 e mande uma mp para destino com o link do seu fórum e o códico do botton. Assim que o nosso for adicionado às parcerias estaremos adicionando o seu:


Horcruxes RpgtheSTARTINGlineImperiusRPG NEXTG


Two-Way RPG é uma realização de Taah e Toni.
Layout do fórum por Amanda-chan com imagens retiradas do site Deviantart
O conteúdo, no entanto, foi baseado nas obras de J.K. Rowling, com adaptações para a trama e história do jogo, mas nós não temos nenhum lucro com isso.

Creative Commons License

Two-Way is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Compartilhe | 
 

 A Trama

Ir em baixo 
AutorMensagem
Destino
Administração do Fórum
Administração do Fórum
avatar

Player : Taah *-*
Mensagens : 77

Inteligência : 10
Destreza : 10
Força : 10
Percepção : 10
Mira : 10
Carisma : 10
Riqueza : 10

Experiência do Personagem :
100 / 100100 / 100


MensagemAssunto: A Trama   Ter Set 15, 2009 3:56 pm

Afinal, para que eles deviam viver escondidos?! Bruxos com medo de trouxas? Por Merlim, era o que faltava, os bruxos são muito mais superiores do que os meros humanos que não possuíam a magia correndo em suas veias. Isso parece besteira para você? Pense bem, o que significa para você não significa para todos.

A década de 70 ficou facilmente conhecida como a Década do Terror, e o nome não era para menos. Lord Voldemort, o garoto órfão que a maioria das pessoas julgavam que tivesse boa índole, começou a reunir seguidores que eram assim como ele obstinados pelo poder. Esses bruxos de puro-sangue lhe juravam fidelidade, tornando-se os primeiros Comensais da Morte. Era o começo de tempos perigosos e violentos. Conforme o Lord das Trevas aumentava seu exército, mais bruxos e bruxas passavam a ser controlados pela Maldição Imperius sendo forçados a cometer atrocidades aos trouxas. Muitos se enganam quando pensam que Voldemort reuniu em torno de si apenas bruxos, os gigantes – bem como outras criaturas mágicas – acabaram criando uma aliança com o mal.

As pessoas não tinham mais confiança uma nas outras, ninguém mais se atrevia em aumentar o circulo de amizades. Muitas famílias bruxas acabavam optando em sair do Reino Unido, enquanto outras reforçavam a segurança de suas casas. Hagwarts se tornou um dos lugares mais seguros do mundo bruxo. Os Aurores e Bruxos de Elite eram autorizados para usar métodos drásticos para combater os Comensais da Morte.

No entanto, a esperança não estava perdida. Em meio ao completo caos que se formava entre um desaparecimento ou outro, grupos de bruxos formavam sua própria defesa. Os Marotos entravam para Hogwarts, juntamente com tantos mais alunos que desdenhavam Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado. Tão logo quanto o exército de Comensais era formado, Albus Dumbledor agiu, criando a Ordem da Fênix, uma sociedade que tinha como único objetivo caçar e aniquilar dos seguidores do Lord das Trevas.

Os acontecimentos iam de mal a pior. Famílias inteiras de bruxos desapareciam do dia para a noite. Milhares de trouxas eram encontrados mortos em suas casas sem sinal de assassinato trouxa. O medo e o desespero tomavam conta de toda a sociedade bruxo, o Ministério já pouco conseguia acobertar as claras sinalizações de que o furacão não tardaria a chegar.

Dezembro de 1976 ficou marcado. Os Natais a muito não eram comemorados com a mesma alegria, a maioria dos alunos de Hogwarts não voltavam para suas casas. A bomba chegou no dia 26 de Dezembro, junto com o correio coruja, no Profeta Diário. A grande manchete dizia “Uma rua trouxa inteira não acorda para o Natal.” O presente de natal dos Comensais havia sido causar o caos a uma rua inteira da cidade de Londres, no subúrbio. Casas destruídas, pegando fogo, nenhum sobrevivente. A época de alegria trazia consigo um dia de luto, de silêncio, de pessoas abismadas com a crueldade dos atos daqueles que se diziam puros.

Se antes há havia motivo para revolta, agora a guerra estava declarada. Mais nada acontecia por ‘debaixo dos panos’, notícias sobre mortes, assassinatos e prisões passaram a ser rotineiras no mundo bruxo. Não havia meio termos, ou se estava de um lado ou se estava do outro. Não havia pessoas neutras. Hogwarts agora era o lugar mais seguro do mundo Bruxo, provavelmente o único lugar temido pelo Lord das Trevas. Se para os estudantes, viver como se nada estivessem acontecendo era difícil, para os adultos era quase insuportável. Cada dia aumentava o número de famílias fugitivas, protegidas por feitiços ou então, mortas.


A festa dos Malfoy


Naquele natal a coisa estava feia, sumiços, desaparecimentos e não havia o mínimo clima para festa. Pessoas desapareciam a uma velocidade imensa e algumas famílias preferiram que seus filhos ficassem em Hogwarts sentindo que o lugar era o mais seguro do mundo devido ao poder inacreditável de Dumbledore. Mas uma coisa peculiar acontece, corujas brancas, uma carta dourada para alguns seletos alunos da sonserina “ Festa de natal na casa dos Malfoy” peculiar ainda mais um convites desse para um aluno tão impopular como Severus Snape. A noite do dia vinte quatro fora ansiosamente aguardada por Avery, Mulciber, Rosier e Snape e logo ela veio. Calafrios, a Mansão dos Malfoy lhes causava isto, calafrios. Chegando lá pessoas estranhas, vestidas de negro e com risos debochados, seria mais uma festa sangue puro se não fosse a mera presença de ninguém menos que Lord Voldemort. Não era uma festa era um chamariz. Mas a conversa entre Voldemort e os alunos fora tensa e levou a noite toda e somente os que presenciaram saberiam o que aconteceu, somente eles e levariam aquele segredo para o tumulo, uma coisa é certa, nenhuma tatuagem todavia fora vista, a certeza vinha, era uma espécie de iniciação e Snape principalmente sentia-se mais confuso e dividido do que nunca.


O primeiro Embate


O céu nasceu negro naquela manha de abril, as aulas já estavam no seu fim e uma negritude ao meio dia era estranha, o nariz de Dumbledore não parava de coçar e ele sabia muito bem o por que. As três da tarde manchas negras no céu vindo a direção de hogwarts foram avistadas, o que os comensais não contavam é que em Hogsmeade encontrariam uma grande barricada formada pro professores, membros da Ordem e aurores, as manchas negras se transformaram em um pequeno exercito de homens encapuzados e uma louca berrante que não temia mostrar a face, a surpresa foi a presença daquele. Dumbledore se mostrou a frente e a batalha começou e somente a energia emanada por eles foi suficiente para quase destruir o vilarejo inteiro, mas foi bem sucedida ainda que aurores estivessem morrido, Voldemort não consegui chegar ao território de Hogwarts, contudo os alunos que ficaram sob a proteção de Hagrid, Filch e dos monitores podiam sentir o medo vindo do vilarejo vendo tudo pela torre de astronomia. Mas algo estranho aconteceu, a marca negra foi conjurada sobre o castelo, os monitores encontraram três alunas mortas mas nenhum sinal de comensais, quem as teria matado? Dumbledore se vê obrigado a antecipar as férias, que talvez fossem para sempre.


O Eclipse Maldito


Um fenômeno muito curioso encantava o mundo, o eclipse total do sol, Naquele dia de Julho o céu nascera límpido típico daquela época, muitos trouxas se reunirão próximo ao aquário, no parque, para presenciar o tal evento, tudo se voltava para aquele evento. Meio dia, começa o eclipse, meia hora depois tudo estava inundado de escuridão, doze minutos depois quase todos as pessoas no aquário presenciando o evento estavam mortas, sem sinal de combate, algumas que estavam ali juraram ter visto sombras e pessoas encapuzadas, o Ministro trouxa anuncia ameaça bacteriológica, mas ele sabia que a verdade causaria o caos, todavia pontes continuavam caindo, prédios eram destruídos e o índice de mortes em Londres batia o recorde de 128% a mais, era o maior índice de morte desde a virada do século.


O saque ao Beco Diagonal


Numa tarde de agosto, já próximo à volta às aulas o Beco diagonal é tomado por uivos violentos, sangue e um cheiro forte de medo. Fenrir e seu bando estavam saqueando em plena luz do dia o beco diagonal, o motivo? Ninguém sabia, três aurores foram mortos e um ovo de fênix roubado, lojas destruídas, vinte pessoas férias e muitos com medo de se tornarem lobisomem, o numero de mortes não fora divulgado alem dos aurores para conter a população que agora temia, nem mais fazer compras no beco diagonal era seguro? Onde estava o Ministério o povo se perguntava!


A Situação Política


Dividido, o ministério estava dividido. Por um lado Nooby tentava controlar tudo com mãos de ferro tentando ao Maximo conter a população em pânico e Voldemort causando “algazarra” por outro lado Emilia Bagnold, chefe do departamento de execuções das leis da magia, mobiliza os aurores contra o Ministro e suas atitudes medievais, estava tudo dividido, uma guerra entre a chefe de departamento e o ministro, uma verdadeira guerra política estourando dentro do ministério enquanto do lado de fora outra guerra estourava, ambos pareciam pouco se importar com o mundo, apenas importando em quem tinha a melhor solução, enquanto isso o mundo contava apenas com a Ordem da Fênix para protegê-lo.


A volta as aulas


Tudo estava estranho, todos de algum modo estavam com medo, agora eles estavam voltando ao castelo sombrio que mantinha um ar pesado, dentro do trem pouco se conversava, aurores caminhavam de um lado para o outro, vigiando, bisbilhotando, tentando evitar qualquer tipo de atitude suspeita, no castelo, malas revistadas, alunos revistados, interrogatórios, e um aviso bem claro do diretor “ a guerra apenas começou, preparem-se pois tempos sombrios ainda estão por vim, existe uma luz, ainda que no fundo desta tempestade existe uma luz, não deixe que Voldemort apague a luz que á dentro de cada um de vocês!” o recado pareceu ser direcionado apenas a Snape, ele sentia isso e por isto engoliu seco, sentiu arder dentro de si, parte daquilo tudo já estava feito, agora não havia como voltar atrás, nem ele nem Avery, Mulciber ou Rosier.
[/color]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://two-way.forumeiros.com
 
A Trama
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» ♦ Nossa Trama
» Trama
» OS QUATRO VENTOS - TRAMA
» {Trama Pessoal} Thief
» [Trama - Prólogo] - O Fim de Uma Geração/ Início de Outra

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Two-Way Mirror RPG :: Informações de Cadastro :: Guia do Iniciante-
Ir para: