http://two-way.forumeiros.com
 
InícioPortalMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

A década de 70 ficou conhecida como a Década do Terror. Lord Voldemort começou a reunir seguidores que eram assim como ele obstinados pelo poder. Era o começo de tempos perigosos e violentos.

As pessoas não têm mais confiança uma nas outras. Hogwarts se tornou um dos lugares mais seguros do mundo bruxo.

No entanto, a esperança não estava perdida. Tão logo quanto o exército de Comensais era formado, Albus Dumbledore agiu, criando a Ordem da Fênix, uma sociedade que tinha como único objetivo caçar e aniquilar dos seguidores do Lord das Trevas.











Data: 1º de Setembro de 1977, Segunda-Feira
Dia: Nublado – Entre 5ºC e -2ºC
Noite: Céu Aberto – Entre -5ºC e -10ºC
Lua: Nova

Ação para alunos: Os alunos retornam a Hogwarts para mais um ano letivo. Ações no Expresso de Hogwarts em King’s Cross.
Ação para adultos: Os adultos passam por maus bocados, apreensivos com a disputa política interna do Ministério, ações liberadas para Trabalho e Lazer.

Best Male

Best Female

Best Interaction

Best Person

Best Post


Two-Way Mirror RPG

Para fazer parcerias com o nosso fórum, logue na conta Parcerias com a senha parceria123 e mande uma mp para destino com o link do seu fórum e o códico do botton. Assim que o nosso for adicionado às parcerias estaremos adicionando o seu:


Horcruxes RpgtheSTARTINGlineImperiusRPG NEXTG


Two-Way RPG é uma realização de Taah e Toni.
Layout do fórum por Amanda-chan com imagens retiradas do site Deviantart
O conteúdo, no entanto, foi baseado nas obras de J.K. Rowling, com adaptações para a trama e história do jogo, mas nós não temos nenhum lucro com isso.

Creative Commons License

Two-Way is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License

Compartilhe | 
 

 Evan Rosier

Ir em baixo 
AutorMensagem
Evan Rosier
Sonserina - 6º ano
Sonserina - 6º ano
avatar

Player : Fernando
Mensagens : 12

Inteligência : 8
Destreza : 6
Força : 2
Percepção : 4
Mira : 7
Carisma : 3
Riqueza : 7

Experiência do Personagem :
0 / 1000 / 100


MensagemAssunto: Evan Rosier   Dom Set 20, 2009 4:54 pm

SOBRE O JOGADOR

Nome: Fernando
Apelido: Nando.
Idade: 20 anos
Cidade: Porto Alegre.
E-mail/Msn: tiagomarotopotter@hotmail.com
Quais livros de Harry Potter você já leu?: todos
Quais filmes de Harry Potter você já assistiu?: todos
Já jogou em outro fórum? Qual?: Ojesed, Prisma,
Como soube do Two-Way Mirror?: Sou amigo dos criadores, responsa hein.

SOBRE QUEM É A HISTÓRIA

Nome do Personagem: Evan Rosier
Idade: 16 anos
Em que ano o personagem está: 6° ano
Data de Nascimento: 23/02/1959
Local de Nascimento: Londres – Reino Unido
Onde mora atualmente: Londres - Reino Unido
Patrono: Naja.
Bicho-Papão: se transforma em uma versão feia de si mesmo.
Raça: Puro-sangue
Varinha: Fio de cabelo de veela, cerejeira, 28 centimetros.
Animal de estimação? Não tem.
Habilidade Especial? Não tem
Avatar: Charlie Hunnam

ATRIBUTOS DO PERSONAGEM

Alunos do 5º anos terão 30 pontos para distribuir. Alunos do 6º ano terão 35 pontos para distribuir. Alunos do 7º ano terão 40 pontos para distribuir. Lembrando que o mínimo são 2 pontos e o maximo são 10 pontos.

Inteligência: 7 + 1
Destreza: 6
Força: 2
Percepção: 4
Mira : 6 +1
Carisma: 3
Riqueza: 7


NOM’s

8 pontos de inteligência = 50 pontos

O – Ótimo (10 pontos)
E - Excede as Expectativas (8 - 9 pontos)
A – Aceitável (6 – 7 pontos)
P – Péssimo (4 – 5 pontos)
D – Deplorável (2 – 3 pontos)
T – Trasgo (1 ponto)

Defesa Contra as Artes das Trevas: 9
Feitiços: 8
Transfiguração: 7
Poções: 8
Trato das criaturas Mágicas: 5
Herbologia: 6
Adivinhação: 2
História da Magia: 5

SELEÇÃO DE CASA

| | || Sonserina. Os que nunca desistem da busca pelo poder.

HISTÓRIA

O loiro de trejeitos engraçados e grandes olhos era um garoto peculiar. Primo por parte de pai das irmãs Black tinha um convívio com ela e uma admiração – ainda que negada – especial por Bellatrix, a pressão por parte de seu pai é que ele seguisse o caminho da irmã, mas pode de trás do herdeiro Rosier havia um garoto cheio de manias e psiques. Era de um humor completamente negro e tinha trejeitos bem femininos assim como suas feições, cheio de manias, odiava toques e olhava sempre com superioridade para todos, era arrogante e sentia-se nobre como um sangue puro deve ser.

TESTE DE AÇÃO

- Ahn... Não, por favor, não! Eu não sei de nada! – Gritava Erik McGregor enquanto uma corda conjurada por Rabastan prendia seu pescoço e seus braços para trás.

Ugh, será que eu tinha falado o quê? Grego? Qual parte do “eu só vou te soltar assim que você responder a minha pergunta” ele não tinha entendido? Bom, de fato eu não queria ter que partir para tortura e... Haha, ok, mentira, eu estava adorando aquilo.

- Cala a boca, verme. Aff. Quantas vezes eu vou ter que repetir que é melhor você falar por bem do que por mal? – Deixo que minha voz doce soasse ameaçadora, enquanto observava o garoto preso, sentado sobre uma das carteiras da sala onde mantínhamos ele sob custódia, com uma perna cruzada sobre a outra. – Eu sei muito bem que foi você que nos entregou para o Diretor quanto aquele lance de fazer seus colegas de casa pagarem pelas suas línguas enxeridas... Você acha que eu sou o quê? Burro como os seus amiguinhos?! Aliás, coloca burro nisso... Porque não foi nada esperto deles se meterem nos nossos negócios, devo acrescentar. -

- Rosier... E se ele realmente não souber? – Ah não, lá vinha Crouch de novo com outro ataque de compaixão, era por essas e outras que ele não ia para frente.
- Bartô, me poupe da sua credulidade em Lufanos. Quer se juntar a ele? O Rabastan não vai se importarem conjurar outra corda. –

Cerro os olhos para ele, o vendo se calar imediatamente. Ótimo, eu adorava quando me obedeciam. Apoio as mãos para trás na mesa e em um gesto delicado, me impulsiono para frente, andando lentamente até o garoto preso e o analisando, com o indicador junto aos lábios. Eu não podia evitar, sua expressão de pânico me dava vontade de rir, afinal a essa altura ele já devia te entendido que se meteu com as pessoas erradas... Mas fazer o quê? Agora já era tarde demais para ele.

- Rosier... Eu juro, eu não sei... Não sei de nada... Ouch. – Sorrio quando Rabastan lhe dá um soco no estômago, atendendo a um olhar que eu lhe lançara.
- Hum... Não sabe mesmo é? – Estendo o dedo e contorno sua face com ele, traços bonitos para um Sangue-ruim, devo admitir, um desperdício. – Bem... Acho que sei uma forma de fazer você se lembrar. – Não evito uma gargalhada ao vê-lo suando frio.

Pisco para ele, me virando e novamente caminhando até a mesa, me apoiando e, com um salto gracioso unido a uma leve jogada de corpo, estou sentado novamente na mesa, me apoiando em um dos braços. Busco a minha varinha nas vestes e fato movimentos leves no ar com ela, a observando com um bico, como se estivesse decidindo o que fazer, por mais que eu já tivesse certeza.

- Aah... Chega... Ah faça parar... Faça... Parar! – Gemia o lufano, praticamente engasgando, enquanto eu movia a varinha, fazendo com que as cordas que o envolvessem o apertassem um “pouquinho” mais. – FUI EU! FUI EU! AAH FUI EU! – Ele geme, ficando, em seguida, praticamente rouco. Viram? Nada que um pouquinho de determinação não resolva.

Os olhos de Bartô se arregalavam, e eu podia ouvir suas pernas tremendo daqui. Rabastan permanecia sério, assim como Regulus que vigiava a porta. Ao menos alguns homens de verdade eu tinha ao meu lado.

Imediatamente cesso o feitiço, observando quando o garoto cai no chão com um estrondo, e permanece ali, encolhido e arfante. Giro a minha varinha nos dedos e guardo, dando mais uns passos até ele novamente e me abaixando junto a ele, apoiando as mãos nos joelhos.

- Viu como lembrou fácil? E me diz, doeu dizer isso? - Arqueio a sobrancelha com um sorrisinho de lado no rosto, olhando para os olhos arregalados dele. - Não precisa responder, eu sei que doeu. Haha. - Me levanto, me virando e deixando ele ali no chão, caminhando em direção à porta, mas antes de definitivamente sair da sala, lanço um olhar para ele por cima do ombro. - Espero que tenha aprendido que ficar de boca fechada é melhor. Lixo. – Me viro novamente seguindo até a porta e saindo, ouvindo os passos de Régulus, Rabastan e Crouch logo atrás.

- Muito bom Rosier... Muito bom. Sem dúvida agora ele vai pensar duas vezes antes de se meter em assuntos alheios. - Diz Régulus, animado, me arrancando um sorriso cruel, e dando alguns tapinhas em meu ombro. Peraí, para tudo.

- Quem te deu a permissão de se encostar. Você sabe que eu ODEIO que me toquem, BLACK! - Estaciono no mesmo lugar e olho para sua mão que ainda me tocava, e em seguida para ele, que retira a mão e seguida como se meu corpo queimasse. - Melhor. - Saio à frente mais uma vez, esbanjando por fim o sorriso no rosto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Destino
Administração do Fórum
Administração do Fórum
avatar

Player : Taah *-*
Mensagens : 77

Inteligência : 10
Destreza : 10
Força : 10
Percepção : 10
Mira : 10
Carisma : 10
Riqueza : 10

Experiência do Personagem :
100 / 100100 / 100


MensagemAssunto: Re: Evan Rosier   Dom Set 27, 2009 9:24 pm

Ficha Liberada!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://two-way.forumeiros.com
 
Evan Rosier
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Enfermaria da Grandine
» Long-gone London: Capítulo V – A fuga para um novo começo
» Damon Belial Rosier King

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Two-Way Mirror RPG :: Informações de Cadastro :: Fichas :: Arquivo de Fichas :: Sonserina-
Ir para: